Rayssa Leal e Gui Khury comandam mais um capítulo histórico do skate brasileiro nos X Games com ouro, prata e bronze

Publicado em: 23/04/2022 21:00

Rayssa Leal e Gui Khury comandam mais um capítulo histórico do skate brasileiro nos X Games com ouro, prata e bronze

O skate brasileiro escreveu mais um capítulo na história dos X Games, com ouro, prata e bronze. Rayssa Leal e Gui Khury, skatistas da Seleção Brasileira Principal e Júnior, respectivamente, conquistaram três medalhas para o Brasil no evento que aconteceu em Chiba, no Japão, entre sexta (22) e domingo (24) pelo fuso japonês.

Logo na sexta, Gui Khury conquistou o bronze nas finais do Vertical. Aos 13 anos e 4 meses, o skatista da Seleção Brasileira Júnior se tornou o mais jovem medalhista de uma prova de Vertical da competição. O curitibano assumiu o terceiro lugar da final com a nota da segunda volta e garantiu a medalha. Jimmy Wilkins (EUA) ficou com o ouro e Moto Shibata (JAP) conquistou a prata.

No sábado, Gui Khury acertou um 1080º na prova de Best Trick do Vertical e ficou com a prata. Os norte-americanos Mitchie Brusco e Clay Kreiner ficaram com o ouro e o bronze, respectivamente.

Em 2021, aos 12 anos, Gui Khury já havia se tornado o mais novo a conquistar uma medalha de ouro nos X Games ao acertar, também pela primeira vez na história do evento, um 1080º em uma prova de Best Trick do Vertical.

No domingo japonês, foi a vez Rayssa Leal escrever seu nome entre os medalhistas do evento, com direito a ouro. Na final do Street feminino, a skatista conquistou sua primeira medalha em uma edição dos X Games e subiu no lugar mais alto do pódio. Rayssa já havia participado da competição em 2019, em Mineápolis (EUA), terminando em quarto lugar.

Em Chiba (JAP), a japonesa Funa Nakayama ficou com a prata e a australiana Chloe Covell levou o bronze. A final feminina ainda contou com as presenças de Pâmela Rosa (6 medalhas nos X Games - 2 ouros, 3 pratas e 1 bronze) e Gabriela Mazetto, ambas da Seleção Brasileira, na 6ª e na 7ª posição, respectivamente.

Para chegar à decisão, o trio superou as eliminatórias na sexta, com Rayssa em 3º lugar, Pâmela na 6ª colocação e Gabriela Mazetto na 7ª.

No Street masculino, o Brasil foi representado por Lucas Rabelo, da Seleção Brasileira, e Kelvin Hoefler. Nas eliminatórias, sábado, a dupla avançou com a 3ª e a 6ª colocação, respectivamente. Na decisão do domingo, Lucas foi o 4º colocado e Kelvin (5 medalhas nos X Games - 2 ouros, 1 prata e 2 bronzes) fechou o evento na 7ª posição.

No total, 8 skatistas brasileiros estiveram nas disputas em solo japonês. No Park feminino, Yndiara Asp avançou nas eliminatórias na 8ª posição, na sexta. A skatista da Seleção Brasileira terminou as finais também em 8º lugar, no sábado. No Park masculino, Luiz Franciso, mais um nome da Seleção, e o próprio Gui Khury representaram o Brasil. A dupla terminou as eliminatórias de sexta na 9ª e 10ª colocação, respectivamente.

As Loterias CAIXA e o Governo Federal são os patrocinadores oficiais da Confederação Brasileira de Skate (CBSk).

Leia Mais


Patrocínio

FAM
Canon

A Confederação Brasileira de Skateboarding


Avenida Paulista, nº 1.313 sala 1.010
São Paulo, SP / Brasil

Atendimento de segunda a sexta,
das 10 às 12h e das 14 às 18h.

(11) 32851239.

    FILIADOS - ENTRARFILIE-SE

    Precisa de ajuda? Baixe o tutorial de acesso!

    Cadastro de Responsável

    responsável

    Sistema e Tecnologia