Seleção Brasileira Olímpica de Park realiza período de treinos no sul no país


Luiz Francisco - Crédito: CBSk / Julio Detefon Publicada em: 28/06/2021

A Seleção Brasileira Olímpica de Skate Park se reuniu no sul do país, em junho, em dois ciclos preparatórios para os Jogos de Tóquio. No primeiro período, de 9 a 15 de junho, em Florianópolis (SC), os seis skatistas que integram o grupo fizeram testes e avaliações físicas no Centro Integrado Aktion Paz, com as sessões técnicas de treino acontecendo nas pistas do RTMF, da skatista Yndiara Asp e da Hi Adventure. No segundo ciclo, de 21 a 25 de junho, em Curitiba (PR), as sessões de skate se concentraram na pista do skatista Luigi Cini e no GreenBox, em Curitiba. No período em Santa Catarina, os skatistas ainda tiveram um encontro com Gustavo Kuerten.

“Esses dois ciclos preparatórios são um complemento dos treinos que fazemos há quase dois anos com eles. O período em Florianópolis tinha foco nos testes físicos e nas reuniões individuais para finalizar o planejamento. Mas também conseguimos treinar. Eles andaram de skate pelo menos 4 dias puxando bastante o nível, aprendendo manobras novas. Foi super importante”, destaca Edgard Pereira Vovô, consultor técnico da Seleção Brasileira de Park.

Além da presença do consultor técnico, a Comissão Técnica da Confederação Brasileira de Skate (CBSk) ainda foi representada Miguel Catarina (auxiliar técnico), Alison Paz (fisioterapeuta) e Julio Detefon (observador técnico).

“No período em Curitiba colocamos o foco no treinamento técnico e intensivo das manobras que eles irão usar em Tóquio. Fizemos treinos para que eles mantenham a consistência durante toda a volta de competição. Esse entrosamento entre a parte técnica e a parte física é super importante para que as duas frentes andem juntas”, completa o consultor técnico da Seleção.

O skate brasileiro confirmou o limite de 12 vagas por país nas Olimpíadas. Marca alcançada apenas por Brasil e Estados Unidos. A Seleção Brasileira Olímpica de Park é formada por Luiz Francisco, Pedro Barros e Pedro Quintas; Dora Varella, Isadora Pacheco e Yndiara Asp. No Street, a Seleção é composta por Kelvin Hoefler, Felipe Gustavo e Giovanni Vianna; Pâmela Rosa, Rayssa Leal e Leticia Bufoni.

“Ambas as viagens foram muito importantes nessa reta final. Em Florianópolis, pudemos fazer diversos testes físicos para, assim, saber onde melhorar, o que focar nos próximos treinos, o que já melhoramos desde a última vez e também os pontos onde já estamos bem fisicamente. Além dos testes físicos, fizemos treinos em pistas de qualidade, focando em melhorar nossa base e manobras para Tóquio”, destaca Dora Varella.

“A semana foi intensa em Curitiba, skate o dia inteiro em uma pista de qualidade, um treinamento fechado onde conseguimos focar mais e nos concentrar melhor. Evoluí meu skate e estou bem satisfeita com o resultado obtido nessas duas semanas. Tenho certeza que esse trabalho fará a diferença em Tóquio”, completa a skatista.

Olimpíadas
A estreia do skate nas Olimpíadas será com o Street, começando pelo masculino (25/07 - domingo - JAP / 24/07 - sábado - BRA) e, na sequência, com o feminino (26/07 – segunda - JAP / 25/07 - domingo - BRA).

O Park completa a participação do skate primeiro com o feminino (04/08 - quarta - JAP / 03/08 - terça - BRA) e, depois, com o masculino (05/08 - quinta - JAP / 04/08 - quarta - BRA).

As disputas do skate serão realizadas no Ariake Urban Sports Park e terão início sempre às 9h da manhã pelo horário japonês (21h do dia anterior no Brasil).


Yndiara Asp - Crédito: CBSk / Julio Detefon Pedro Barros - Crédito: CBSk / Julio Detefon Isadora Pacheco - Crédito: CBSk / Julio Detefon Pedro Quintas - Crédito: CBSk / Julio Detefon Dora Varella - Crédito: CBSk / Julio Detefon Crédito: CBSk / Julio Detefon


apoios