São Pedro (SP) será palco do Brasileiro de Longboard Downhill e Downhill Slide 2019


Nayara Nishimuta - Crédito: Neto Ilhabela Publicada em: 07/11/2019

A cidade São Pedro (interior de São Paulo) receberá entre sexta e domingo (8 a 10 de novembro) o Campenato Brasileiro de Longboard Downhill e Downhill Slide (DHS), modalidades em que o Brasil é destaque internacional. A competição será realizada na ladeira da Ondina, que fica na Avenida Elizir Silva, s/n, no bairro Nova São Pedro 2.

O evento reunirá nomes do Downhill Slide como Jefferson Dú (campeão brasileiro), Kauê Mesaquê (vice-campeão brasileiro), Fernando Yuppie, entre outras estrelas.

“Estou amarradão que vai ter esse evento para fortalecer a cena. Estou aqui na correria em Floripa para a crew da Curva do Hill chegar aí em peso. Vai ser legal. Estou amarradão para rever os amigos e andar de skate com a galera”, destaca Sérgio Yuppie, pentacampeão mundial de DHS e hepta brasileiro, que estará acompanhando o filho Fernando.

No Longboard Downhill, presença confirmada dos profissionais Jonathan Borges (campeão brasileiro) e Thiago Bomba (vice-campeão brasileiro), além de nomes como Nayara Nishimuta (bicampeã paulista e campeã brasileira) e Léo Lima (tricampeão brasileiro amador), que fará sua estreia como profissional.

“Tenho a expectativa de que o campeonato seja muito bacana. Dias irados estão por vir, já que nesse evento são definidos os campeões brasileiros de cada categoria. Estou muito feliz por estar sendo sediado em São Pedro. Minha preparação está a todo vapor porque a ladeira da Ondina é uma das mais cascas que tem lá. É uma ladeira que tem grande nível de dificuldade. Isso traz evolução e faz a gente treinar um pouquinho mais. Estou na expectativa de conquistar mais um título brasileiro”, afirma Nayara Nishimuta, atual bicampeã paulista (2018 e 2019) e campeã brasileira de Longboard Downhill em 2017.

“Esse formato que a CBSk fez em parceria com os organizadores do circuito está sendo demais. A gente está depositando bastante ficha nesse evento e nos próximos trabalhos. Acabei de subir para o profissional e de cara já vai ter esse evento aqui na minha cidade. Daquele jeito, praticar sempre, deixar as manobras no pé para quando chegar o dia do evento fazer bonito e dar continuidade aos trabalhos”, completa Léo Lima, atual tricampeão brasileiro de Longboard Downhill na categoria Amador e que fará sua estreia competindo como profissional.

A competição que acontece no interior de São Paulo é um dos 7 novos campeonatos nacionais criados pela CBSk na atual temporada. Até 2018, os campeões nacionais de Downhill Speed,  Freestyle, Longboard Dance, Park Amador, Vertical, Slalom e do próprio Downhill Slide eram definidos a partir do ranking brasileiro, que era formado com base nas competições homologadas pela CBSk em todo o Brasil.

A partir de agora, assim como acontece com os já consolidados Brasileiros de Street Amador e Feminino, os atletas dessas modalidades ganham um evento específico que definirá o campeão nacional de cada uma delas. Assim, as disputas regionais deixaram de ser etapas do brasileiro e passaram ao patamar de estaduais, valendo pontos na corrida classificatória para o nacional.

Além disso, as federações e associações filiadas à CBSk passaram a ter autonomia para homologar as competições regionais, papel antes desempenhado pela Confederação Brasileira. A Associação Capixaba de Skate (ACSK), a Federação de Skate do Distrito Federal (FSKTDF), a Federação Estadual de Skate de Minas Gerais (FESKT), a Federação Paulista de Skate (FPS), a Federação Paraense de Skate (FPSK) e a Federação de Skateboard do Estado do Rio de Janeiro (FASERJ) realizaram eventos classificatórios.

No Brasileiro, o Longboard Downhill (skates acima de 40 polegadas) contará com as categorias Profissional (aprovados pelo Comitê de profissionais de sua modalidade ou profissionalizados antes de 1999), Amador (nascidos em 2003 ou antes), Iniciante (nascidos em 2004 ou depois), Master (nascidos entre 1975 e 1984), Legends (nascidos em 1974 ou antes) e Feminino 1 (independente de sua idade).

O DHS terá disputas nas categorias Profissional, Amador, Iniciante, Master e Legends.

O evento ainda contará com disputas de Longboard Classic (acima de 60 polegadas) na categoria Amador.

Um mesmo skatista poderá competir tanto no Longboard Downhill quanto no DHS, mas, dentro da modalidade, a participação fica restrita à uma única categoria.

O uso de capacete será obrigatório em todas as categorias.

A inscrição na categoria Profissional tem valor de R$ 100,00. Todas as demais custam R$ 50,00.

O Campeonato Brasileiro de Longboard Downhill e Downhill Slide é realizado pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk) em parceria com a Federação Paulista de Skate (FPS), a Vampiros do Asfalto e a Prefeitura de São Pedro. 

O evento conta com colaboração da Crazynboard, Curva de Hill, Edem Skate, Esze, Hocks, Six Trucks, Stronger, Shock e WNF. Apoio da Black Sheep, Intruder, Surfavel, Woodlight e Your Face.

Cronograma

Sexta (08)
10h - Treinos livres

Sábado (09)
9h às 9h45 - DHS Legends
10h às 10h45 - Longboard Iniciante
11h às 11h45 - Longboard Legends
12h45 às 13h45 - Intervalo de almoço
14h às 15h30 - Longboard Classic
15h45 às 16h45 - DHS Iniciante
17h às 17h50 - DHS Master

Domingo (10)
9h às 9h45 - Longboard Master
10h às 10h45 - Longboard Feminino
11h às 12h20 - DHS Amador
12h25 às 14h - Intervalo de almoço
14h10 às 13h - Longboard Amador
15h10 às 15h50 - DHS Profissional
16h às 16h50 - Longboard Profissional


Léo Lima - Crédito: Cri Duarte Kauê Mesaquê - Crédito: Marcus Durango


apoios