Mulheres do Downhill Speed promovem encontro histórico na ladeira de Timburi (SP)


Crédito: Cássia Ferreira Publicada em: 05/03/2020

Foram dois dias de muito skate e troca de experiências em Timburi, no interior de São Paulo, no último final de semana (29 e 1). Um sábado cheio de atividades e um domingo de s livres e muita diversão. Os trabalhos começaram às 7h da manhã com uma aula de Pilates ministrada pela atleta profissional Georgia Bontorin. Na sequência, o workshop na ladeira com Emily Pross, hexacampeã mundial, e Vitória Mallmann, vice-campeã mundial e tricampeã brasileira. 

Com orientações para remadas, slides, curvas e velocidade, e muito incentivo de todas as presentes. Para cada acerto, uma festa coletiva. Para cada erro, uma enxurrada de apoio e motivação. “Eu vi evolução das meninas em 3 s. É muito bom ver que todas estão se ajudando”, comemorou Vitória Mallmann, deslumbrada a empatia das skatistas. 

“São todas as mulheres que eu mais admiro no mundo juntas, e eu no meio. Eu nunca imaginei isso”, completou.

Durante a tarde, cada participante pôde fazer um vídeo no estilo ‘followcar’. O vídeo serviu para que cada uma pudesse analisar o seu próprio rolê na sessão cinema de sábado a noite.

E na tão esperada roda de conversa depois da sessão, histórias, desabafos, agradecimentos e muita emoção. “A gente tem a obrigação de ser grata por essas meninas pioneiras”, exclamou a gaúcha Melissa Brogni, fazendo referência a Christie Aleixo e Reine Oliveira, ali presentes - as primeiras mulheres a competir no downhill brasileiro. 

“A gente tá fazendo história aqui. Porque é uma modalidade nova, as pessoas não conhecem. Ter um evento planejado para a gente se unir vai fazer isso ter mais força. Não podemos deixar isso morrer, foi só o primeiro passo”, completou a campeã sul-americana.

No domingo, s liberados até as pernas aguentarem. Ninguém queria parar nem para almoçar. As despedidas foram longas. Ficaram as expectativas para um próximo encontro em breve. 

A promessa de Cintia Caixeta é para uma próxima edição em novembro. Cintia se aventura no Street Luge, modalidade em que se desce deitado num carrinho derivado do skate.  Anfitriã da Pousada Cantinho da Figueira e grávida de 4 meses, deu um tempo com o esporte e dedicou-se a recepção e organização do evento. “Queremos fazer dois eventos por ano para unir as mulheres cada vez mais”, almeja.

A pequena cidade de Timburi tem menos de 3.000 habitantes e abriga uma das ladeiras preferidas dos praticantes de Downhill, em diferentes categorias: Skate, Luge, Sled Inline e Drift Trike. Com percurso de 2,2 Km, 12 curvas e top speed de até 100 km/h. A ladeira termina às margens da represa de Chavantes, proporcionando ainda mais diversão para quem a frequenta. Há cerca de 3 anos, Cintia e Andrew assumiram o controle da Pousada Cantinho da Figueira, localizada no início da pista, e desde então vem fomentando o turismo na cidade com a promoção de eventos de downhill.


Melissa Brogni sendo filmada por Emily Pross - Crédito: Cássia Ferreira


apoios