Chácara do Jockey, em São Paulo (SP), será palco do Brasileiro de Park Amador


Publicada em: 08/11/2019

O Parque Chácara do Jockey, em São Paulo (SP), será palco do Brasileiro de Park Amador 2019 nos próximos dias 23 e 24 de novembro. O evento reunirá os skatistas mais bem colocados nos estaduais e nas seletivas regionais realizadas ao longo do ano pelas entidades filiadas à Confederação Brasileira de Skate (CBSk). 

A Associação Capixaba de Skate (ACSK), a Federação Catarinense de Skate (FCSKT), a Federação Cearense de Skateboard (FESK), a Federação de Skate do Distrito Federal (FSKTDF), a Federação de Skate do Paraná (FSP), a Federação de Skateboard do Estado do Rio de Janeiro (FASERJ), a Federação Estadual de Skate de Minas Gerais (FESKT), a Federação Gaúcha de Skate (FGSKT) e a Federação Paulista de Skate (FPS) realizaram eventos classificatórios.

No dia 23 (sábado), serão realizadas as disputas das categorias Mirim, Iniciante e Amador. No dia 24 (domingo), estarão em ação as categorias Master, Grand Master, Legend, Grand Legend e Vintage. 

A pista da Chácara do Jockey está localizada na Av. Francisco Mourato, na altura do nº 5.000, bairro Vila Sônia. O parque conta com excelente infraestrutura, com banheiros e vestiário, um grande espaço e área verde, além de ter uma das melhores pistas de skate do estado de São Paulo.

O Campeonato Brasileiro de Park Amador é realizado pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk) em parceria com a Federação Paulista de Skate (FPS). O evento conta com apoio da Etnies e da Prefeitura de São Paulo por meio da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação e da Secretaria do Verde e Meio Ambiente, além de coapoio da Esze e da Urgh.

Novos Brasileiros
A competição é um dos 7 novos campeonatos nacionais criados pela CBSk na atual temporada. Até 2018, os campeões nacionais de Downhill Speed, Freestyle, Longboard Dance, Vertical, Slalom, Downhill Slide e do próprio Park Amador eram definidos a partir do ranking brasileiro, que era formado com base nas competições homologadas pela CBSk em todo o Brasil.

A partir de agora, assim como acontece com os já consolidados Brasileiros de Street Amador e Feminino, os atletas dessas modalidades ganham um evento específico que definirá o campeão nacional de cada uma delas. Assim, as disputas regionais deixaram de ser etapas do brasileiro e passaram ao patamar de estaduais, valendo pontos na corrida classificatória para o nacional.

Além disso, as federações e associações filiadas à CBSk passaram a ter autonomia para homologar as competições regionais, papel antes desempenhado pela Confederação Brasileira.




apoios