Brasil escreve história nos X Games com ouro e prata na estreia do skate adaptado e bronze no Big Air


Felipe Nunes, Vinicios Sardi e Mike Minor - Reprodução Instagram Publicada em: 04/08/2019

O skate brasileiro escreveu história neste sábado (03), em Minneapolis (EUA). Inspirando com a arte de andar de skate, Vinicios Sardi e Felipe Nunes conquistaram dobradinha no pódio, com ouro e prata na estreia da modalidade Adaptive Skateboard Park nos X Games. Rony Gomes literalmente voou alto para ficar com o bronze no Big Air.

"Eu venho me preparando para esse campeonato desde que recebi o convite. Dei o meu melhor. Com certeza absoluta foi a pista mais difícil que já andei. Foram os 40 segundos mais tensos e mais longos da minha vida. Eu só conseguia pensar em me concentrar e pensar só em mim. Na hora eu não queria ver placar, nem quem estava na frente. Só estava me concentrando nas minhas manobras. A sensação de ganhar os X Games é indescritível. Não tenho palavras para descrever o que eu senti na hora. Um evento mágico. Quatro dias que foram um sonho para mim. Só agradeço a todo mundo que fez parte desse sonho comigo", destaca o campeão Vinicios Sardi.

Na final do Big Air, Edgard Vovô, consultor técnico da seleção brasileira de Park, também representou o Brasil, ficando com a oitava posição. Nas eliminatórias, quinta-feira (1º), Vovô avançou com o primeiro lugar e Italo Penarrubia ficou em sétimo, não conseguindo vaga na decisão. 

Rony Gomes já estava entre os pré-classificados para a final. O skatista brasileiro já havia com conquistado a prata em Xangai (China), em 2019, e em Sydney (Austrália), em 2018. Assim, agora totaliza três medalhas nos X Games. 

O sábado (03) em Minneapolis ainda contou a presença de três representantes do Brasil na final do Street. Luan de Oliveira foi o sexto colocado, Felipe Gustavo ficou na oitava posição e Kelvin Hoefler fechou a participação brasileiro com o décimo lugar. Nas classificatórias, realizadas na sexta (02), Luan avançou com a segunda posição e Felipe Gustavo foi o sétimo. Kelvin já estava entre os três pré-classificados para a decisão.

A primeira final da semana com participação brasileira foi na quinta-feira (1º), no Vert. Augusto Akio, que avançou em primeiro nas classificatórias, ficou com a sexta posição.

No domingo (04), uma semana após se tonar a campeã mais jovem de um etapa da Street League Skateboarding (SLS), Rayssa Leal ficou muito perto de mais um pódio, encerrando os X Games na quarta posição. Leticia Bufoni também representou o Brasil na final, ficando com o sétimo lugar em Minneapolis.

Leticia e Rayssa avnçaram nas eliminatórias com o terceiro e o quarto lugar, respectivamente. Pamela Rosa foi a oitava, não garantindo vaga na decisão.

No Park, Luizinho Francisco foi o quarto na semifinal 2 e ficou a uma posição de garantir vaga na decisão.

Confira os pódios completos com presença brasileira:

Adaptive Skateboard Park

1º - Vinicios Sardi (BRA)

2º - Felipe Nunes (BRA)

3º - Mike Minor (EUA)

Big Air

1º - Elliot Sloan (EUA)

2º - Mitchie Brusco (EUA)

3º - Rony Gomes (BRA) 


Rony Gomes - Reprodução Instagram


apoios