Brasil encerra sábado (14) no WS Park World Championship com 7 skatistas entre melhores do planeta


Dora Varella - Crédito: Julio Detefon Publicada em: 14/09/2019

O Brasil encerrou o sábado (14) no World Skate Park World Championship com sete skatistas entre os melhores do mundo. Dora Varella (6ª na decisão) e Isadora Pacheco (7ª) ficaram entre as oito finalistas. Além delas, Pedro Barros (1º), Luizinho Francisco (5º), Pedro Quintas (6º) e Mateus Hiroshi (7º) passaram na semifinal e deixaram o Brasil como o país com mais representantes na final - metade do total de oito. Murilo Peres ficou (10ª) a duas posições da decisão deste domingo (15), às 10h15, no Parque Cândido Portinari, em São Paulo.

“Quando eu comecei nunca imaginei que iria chegar onde estou, competindo um Mundial, fazendo final e terminando em sexto lugar. Estou treinando há um mês aqui direto, vindo nessa pista, pensando na linha, me planejando. O Vovô (Edgard Vovô) me dando vários toques. Então ajudou demais ter treinado. Evoluí muito em um mês e ajudou demais para fazer essa linha que fiz hoje. Estou muito feliz”, afirma Dora Varella.

“Consegui concluir minha linha de primeira. Já deu um grande alívio, tirou o peso. Agora é me preparar que amanhã tem mais. Muito obrigado a todo mundo que fez isso acontecer”, destaca Mateus Hiroshi, que vem avançando de fase desde as classificatórias para chegar na final.

Feminino
A semifinal feminina abriu as disputas de sábado (14). Dora Varella e Isadora Pacheco avançaram com a quarta e a sexta colocação, respectivamente. Letícia Gonçalves (17ª) e Victoria Bassi (18ª) também representaram o skate brasileiro, finalizando o mundial entre as 20 melhores atletas do planeta.

Na final, Dora ficou com a sexta posição e Isadora foi a sétima colocada. As japonesas Misugu Okamoto (1ª) e Sakura Yosozumi (2ª) e a britânica Sky Brown (3ª) ficaram com o pódio.

A australiana Poppy Starr Olsen (4ª), a norte-americana Lizzie Armanto (5ª) e a japonesa Kisa Nakamura (8ª) completaram a final. 

Masculino
Na semifinal masculina, quatro dos cinco representantes do Brasil avançaram para a decisão. Pedro Barros somou 86 pontos em sua melhor volta, ficando com a liderança. Luizinho Francisco (84.60 pontos) ficou com a quinta posição, Pedro Quintas (84.50) foi o sexto e Mateus Hiroshi (84) passou na sétima colocação.

A final ainda terá três norte-americanos (Thomas Schaar – 3º, Heimana Reynolds – 4º e Tate Carew – 8º) e um australiano (Keegan Palmer – 2º).

Murilo Peres (82.70) ficou com o 10º lugar na semifinal, a duas posições de passar entre os oito melhores. 

Comissão técnica da CBSk
Entre os intregrantes da comissão técnica da CBSk, Edgard Vovô, consultor técnico, Alison Paz e Carlos Barreto, fisioterapeutas, Maurício Zenaide, médico, Juliane Fechio, psicóloga, e Julio Detefon, coordenador técnico, reforçam o apoio para todos os skatistas do Brasil presentes no evento. 

Brasil nos Jogos de Tóquio 2020
Pelos critérios estabelecidos para as Olimpíadas, o Brasil poderá contar com até 12 atletas no total em Tóquio - três no Park Feminino, três no Park Masculino, três no Street Feminino e três no Street Masculino.

A participação desse número limite dependerá do desempenho dos brasileiros ao longo das duas janelas classificatórias estabelecidas pela World Skate para a corrida olímpica. A primeira delas vai até setembro de 2019 e o segundo ciclo acontece de outubro de 2019 a 31 de maio de 2020.


Isadora Pacheco - Crédito: Julio Detefon Letícia Gonçalves - Crédito: Julio Detefon Victoria Bassi - Crédito: Julio Detefon Pedro Barros - Crédito: Julio Detefon Luizinho Francisco - Crédito: Julio Detefon Pedro Quintas - Crédito: Julio Detefon Mateus Hiroshi - Crédito: Julio Detefon Murilo Peres - Crédito: Julio Detefon Isadora Pacheco, Edgard Vovô e Dora Varella - Crédito: Julio Detefon Isadora Pacheco e Yndiara Asp - Crédito: Julio Detefon Pódio feminino - Crédito: Julio Detefon


apoios